Make your own free website on Tripod.com


APÓCRIFOS & RELIGIÃO    Free Counter
Não extingais o Espírito. Não desprezeis as profecias. Examinai tudo. Retende o bem. ( I te. 5: 19,20,21 - BIBLIA)
Islamismo


Introdução

O Islamismo não é uma religião nova, hoje é cerca de um quinto da população do planeta, sendo a religião que mais cresce no mundo. Praticamente em todos os paises do mundo existem adeptos (mulçumanos).

A palavra islã significa submeter, e exprime a submissão à lei e à vontade de Alá. Seus seguidores são chamados de muçulmanos, que significa aquele que se submete a Deus.

Uma das quatro religiões monoteístas, o Islamismo é a verdade que Deus revelou ao profeta Mohammad (Maomé)(570-632 d.C.), chamado “O Profeta”, além de religião é um sistema de vida completo. Os mulçumanos seguem o livro sagrado Corão (Qur´ãn), que contem a última mensagem revelado por Deus à humanidade.


História do Islamismo

Maomé nasceu na cidade de Meca, na Arábia Saudita, centro de animismo e idolatria. Como qualquer membro da tribo Quirache, Maomé viveu e cresceu entre mercadores. Seu pai, Abdulá, morreu por ocasião do seu nascimento, e sua mãe, Amina, quando ele tinha seis anos. Aos 40 anos, Maomé começou sua pregação, quando, segundo a tradição, teve uma visão do anjo Gabriel, que lhe revelou a existência de um Deus único. Khadija, uma viúva rica que se casou com Maomé, investiu toda sua fortuna na propagação da nova doutrina. Maomé passou a pregar publicamente sua mensagem, encontrando uma crescente oposição. Perseguido em Meca, foi obrigado a emigrar para Medina, no dia 20 de Junho de 622. Esse acontecimento, chamado Hégira (emigração), é o marco inicial do calendário muçulmano até hoje. Maomé faleceu no ano 632. 

Segundo os muçulmanos, o Corão contém a mensagem de Deus a Maomé, as quais lhe foram reveladas entre os anos 610 a 632. Seus ensinamentos são considerados infalíveis. É dividido em 114 suras (capítulos), ordenadas por tamanho, tendo o maior 286 versos. A segunda fonte de doutrina do Islã, a Suna, é um conjunto de preceitos baseados nos ahadith (ditos e feitos do profeta). 

Os muçulmanos estão divididos em dois grandes grupos: os Sunitas e os Xiitas. Os Sunitas subdividem-se em quatro grupos menores: Hanafitas, Malequitas, Chafeitas e Hambanitas. Os Sunitas são os seguidores da tradição do profeta, continuada por All-Abbas, seu tio. Os Xiitas são partidários de Ali, marido de Fátima, filha de Maomé. São os líderes da comunidade e continuadores da missão espiritual de Maomé. 

O Islamismo proíbe o consumo de carne de porco, drogas (produtos que causam dependências), O consumo de bebida deve ser saudável e é uma obrigação levar a vida saudável.

O mundo mulçumano na idade média foi o centro das pesquisas científicas, e destacou-se no desenvolvimento da matemática, arquitetura, astronomia, navegação, medicina. Os árabes introduziram o papel na Europa e inventaram o arco ogival, sem o qual os europeus cristãos não poderiam construir as catedrais góticas. Enviaram o damasco, açúcar e arroz para a Europa.

Os números romanos, de difícil manuseio para cálculos, foram substituídas pelos algarismos arábicos (1,2,3,4,5,6,7,8 e 9) que são usados até hoje pela maioria dos paises do mundo.

Os árabes introduziram também na Europa, a idéia hindu do zero, e a idéia de arranjarem os números no sistema decimal.


Fé no Islamismo

O Islamismo crê que existe um só Deus verdadeiro (Alá em árabe), Supremo e Eterno, Infinito e Poderoso, Clemente e Misericordioso, Criador e Sustentador. Para ser efetiva está crença exige completa confiança e esperança em Deus, submissão voluntária à vontade d'Ele e confiança na Sua Misericórdia. Isso confere dignidade ao homem e salva-o do medo e do desespero, do pecado e da confusão. Crê tambem nos anjos, segundo eles, Gabriel foi quem transmitiu as mensagens de Alá para Maomé. É ensinado que os anjos são inferiores aos homens, mas intercedem pelos homens. 

O Islamismo crê que esta vida é uma provação para uma próxima vida no reino de Deus, creêm que Alá deu uma série de revelações, incluindo o Antigo e Novo Testamentos, segundo eles, as antigas revelações de Alá na Bíblia foram corrompidas pelos cristãos, e, por isso, não são de confiança. 

Conforme o Islamismo, Alá enviou 124,000 profetas ao mundo, apesar de poucos estarem relacionados no Corão. Acreditam em todos os Profetas de Deus sem distinção alguma entre eles, tais Mensageiros eram notáveis propagadores do bem e verdadeiros campeões da justiça. Cada um deles foi escolhido pôr Deus para ensinar e transmitir à humanidade a Sua Divina Mensagem. 

Eles foram mandados em várias épocas da história. Em certas alturas, Deus enviou ao mesmo tempo dois Mensageiros ou mais, o Sagrado Alcorão menciona 25 nomes de tais mensageiros, Adão, Enoch, Noé, Heber, Saleh, Abraão, Ismael, Lot, Isaac, Jacó, José, Jó, Jetro, Aarão, Moisés, Josue, Elias, Eliseo, Daví, Salomão, Jonas, Zacarias, João o Batista, Jesus o Messias e o selo dos profetas, o último dos Mensageiros enviado pôr Deus a humanidade, Muhammad (que a Paz e a Bênção de Deus estejam sobre eles), todos os muçulmanos acreditam em todos Eles e aceita-os como Mensageiros e Profetas de Deus.

Os seis principais profetas foram: 

Profeta Adão, o escolhido de Alá

Profeta Noé, o pregador de Alá 

Profeta Abraão, o amigo de Alá 

Profeta Moisés, o porta-voz de Alá 

Profeta Jesus, a palavra de Alá 

Profeta Maomé, o apóstolo de Alá 

O Islamismo crê na predestinação do bem e do mal, tudo o que acontece, seja bem ou mal, é predestinado por Alá através de seus decretos imutáveis.

O Islamismo crê que haverá o dia da ressurreição e julgamento do bem e do mal, neste grande dia, todos os feitos do homem, seja bem ou mal, serão colocados na balança. Os muçulmanos que adquiriram suficientes méritos justos e pessoais em favor de Alá irão para o céu; todos os outros irão para o inferno. 


As Cinco Colunas do Islamismo

A vida religiosa do muçulmano tem práticas bastante rigorosas, as quais são chamadas de “Colunas da Religião”. 

Recitação do credo islâmico: Não existe nenhum deus além de Alá e Maomé, o seu profeta. 

Preces cotidianas: chamadas de slãts, feitas cinco vezes ao dia, e virados em direção à Meca. A chamada para a oração é feita por uma corneta, denominada de muezim, desde uma torre chamada de minarete, a qual faz parte de um santuário ou lugar público de adoração conhecido como mesquita. 

Observação do mês de Ramadã: o qual comemora a primeira revelação do Corão recebida por Maomé. Durante um mês, as pessoas jejuam desde o nascer até o pôr do sol. Segundo eles, os portões do paraíso abrem, os do inferno fecham, e os que jejuam têm seus pecados perdoados. 

Pagamento do zakat: imposto anual de 2.5% do lucro pessoal, como forma de purificação e ajuda aos pobres. Também ofertam para a riquíssima Liga Muçulmana. 

Peregrinação para Meca: ou Hajj, ao lugar do nascimento de Maomé, na época de Eid el Adha (festa islâmica que rememora o dia em que o profeta Abraão aceitou a ordem de sacrificar um carneiro em lugar de seu filho), pelo menos uma vez na vida por todo muçulmano dotado de condições físicas e econômicas. 

O Jihad, ou guerra santa: é a batalha por meio da qual se atinge um dos objetivos do islamismo, que é reformar o mundo. Qualquer muçulmano que morra numa guerra defendendo os direitos do islamismo ou de Alá, já tem sua vida eterna garantida.

E.Mucheroni - 25/04/2003



HOME
deus apocrifo apócrifos relação livros jose carpinteiro apocalipce semanas enoch enoque proto evangelho tiago melquisedeque didaqué infância tomé pedro clemente segundo salmo 151 cartas abgaro jesus oração manasses condenaçao epístola barnabé doutrina apóstolos epistola laodicenses atos joão historia universo livro adão eva outro idioma salmos salomão profecias nostradamus são nilo segredos fátima reflexões dizimo sobre águas significados inteligencia fé eucaristia teólogos dogmas pedra tempo fim pastores perfeição palavra manuscritos mar morto histórico rolos melquisedeque livros lugares fotos jerusalem antigos jericó cavernas qumran porta dourada muro lamentações 7 cidades apocalipse hinos midias animações kids4truth louvor biblia hebraico biblia português biblia narrada espanhol karaokê rádio stream sagrados biblia - português español al-corão bhagavad-gita grandes religiões cristianismo hinos louvor adorarei salmo mestre coração gradioso és tu senhor cruz luz brilhar salvador grandiosos grandioso asas judaismo hinduismo islamismo xintoísmo budismo primeiros cristãos apóstolos século i século ii perseguição romana martires império catacumbas roma concílios nicéia trento inquisição hereges cátaros hebraico idioma yhwh nome sagrado outros livros grande conflito arqueologia biblica testemunha ocular grandes achados prisma senaqueribe pedras clamam arca noé evidências êxodo sodoma gomorra formosa jerusalém aurora gloriosa esperança unção real abba pai acordai acredita adoração adorarei aleluia creio único coração salvador autoridade poder auxílio divino servos bem querer boa nova brilha santos cantemos júbilo ceia louvor precioso conhecer glória conversão cura fiel derrama paz ama guiar vida creio exultação grandes maravilhas infinito judá vales louvo redentor cruz maravilhoso redentor bom jerusalém temas lábios navegarei amigo caminho vitória canto nome precioso sangue rei reina senhor poder pentecostal amar sofreu vive paz salvar glória céu véu viver redentor onipotente rocha eterna santo saudai nome exaltado sempre fiéis poder graça tema amor tentado trono branco fiel és soberano bem grande amigo milagre senhor real vaso novo pródigo viva vivifica éfeso esmirna pérgamo tiatira sardes filadélfia laodicéia monte oliveiras cedrom templo david lamentações torah espírito