Make your own free website on Tripod.com

APÓCRIFOS & RELIGIÃO   

Não extingais o Espírito. Não desprezeis as profecias. Examinai tudo. Retende o bem. ( I te. 5: 19,20,21 - BIBLIA)

Idioma Hebraico

PREPOSIÇÕES INSEPARÁVEIS

Em hebraico, possuímos preposições do mesmo modo que no idioma português. Algumas são denominadas "inseparáveis", porque estão unidas às palavras que precedem, do mesmo modo que o artigo e a conjunção "e" (VAV conjuntivo).

As preposições inseparáveis são compostas, cada uma, de uma consoante, cada uma delas com um massorético que depende da palavra que a preposição precede. A forma comum é com shevau simples, mas veremos também as outras. Memorize-as como "bet kaf lamed". Veja na tabela abaixo os exemplos de utilização da preposição com a vogal massorética shevau simples:

EM, POR, COM
EM PAZ
COMO, CONFORME
CONFORME UMA PALAVRA
A, PARA
PARA UM PROFETA

 

Na tabela abaixo, veremos como estas preposições se apresentam, no caso da palavra seguinte possuir um shevau simples na primeira consoante:

EM, POR, COM
EM UM VASO
OU
EM UM RECIPIENTE
COMO, CONFORME
COMO UM PRIMOGÊNITO
A, PARA
PARA UMA MOÇA
OU
PARA UMA SERVA

IMPORTANTE OBSERVAÇÃO NESTE PONTO DE NOSSO ESTUDO:

Quando a preposição inseparável precede uma palavra começada por YOD com SHEVAU SIMPES, , o shevau simples do YOD desaparece e o YOD passa a não se pronunciar.

Contudo, a importante observação a ser feita, é que muitas palavras no hebraico moderno receberam um shevau simples sob o YOD, devido a uma grotesca corrupção do hebraico original arcaico. A maioria das palavras que começam pelo Nome do Criador foram grotescamente e intencionalmente corrompidas, com o objetivo de ocultar a pronúncia do Nome do Criador, colocando-se no Nome do Criador os massoréticos das palavras "adonay", "elohim" ou "ha-shem". Como os judaicos consideravam o Nome do Criador como impronunciável, não por ser difícil de pronunciar, mas por uma falsa crença religiosa, substituíam, na leitura, o Nome do Criador por uma destas palavras; algumas vezes por "adonay", outras vezes por "elohim" e ainda outras por "ha-shem".

Ora, os sinais massoréticos destas palavras foram intencionalmente colocados sobre as consoantes do Nome do Criador (você sabe que o hebraico arcaico original não possuia sinais massoréticos), com o objetivo de "lembrar" ao religioso leitor, que ele não deveria pronunciar o Nome, mas sim o "substituto", cujos massoréticos ali estavam para lembrá-lo disso.

Com isso apareceram pronúncias expúrias e grotescas como "yehovah" (pelos massoréticos de "adonay"), "yehovih" (pelos massoréticos de "elohim"), e "yahweh" (pelos massoréticos de "ha-shem").

Veja isso na figura abaixo:

 

Por que então, nos dois primeiros casos, aparece apenas o SHEVAU SIMPLES sob o YOD e não composto como nas palavras "adonay" e "elohim"? Porque, conforme já estudamos anteriormente, não se usa shevau composto sob consoante que não seja GUTURAL, e o YOD não é uma consoante gutural. Certamente eles se preocuparam muito mais com a ortografia do que com a verdade!!!

O Nome do Pai Criador e de Seu Messias, começam por YOD com QAMETS QATON, cuja pronúncia é melhor representada por "AO". Não é nem "A" e nem "O", mas um som entre "A" e "O", que se consegue ao falar o ditongo "AO" rapidamente. Esta é a correta pronúncia do QAMETS QATON.

Com isso, diversas palavras passaram a ser lidas pelas gerações seguintes como começando por "YE", quando a pronúncia original correta é "YAO". Exemplos de palavras assim? Yehudáh, sendo o correto Yaohudáh; Yehudi, sendo o correto Yaohudi; Yehushualeym, sendo o correto Yaohushuaoleym.

É importante também notar, que esta corrupção ocorreu sempre que o Nome do Criador prefixava uma palavra, ou seja, a palavra continha o Nome do Criador no início. Quando, porém, o Nome do Criador sufixava a palavra, foi preservado sem alterações, o que é fácil de constatar nos nomes dos profetas, tanto o YOD com QAMETS QATON (YAO), como o VAV SHUREQ, que tem som de "U", exprimindo a correta pronúncia do Nome "YAOHU". Eles tentaram esconder o Tesouro, mas deixaram Ouro cair pelo caminho.... para os que amam a verdade poderem achar.

Assim, quando vocês consultarem outras fontes de hebraico, já estarão conhecendo as excusas razões que corromperam estas palavras para o hebraico moderno. As futuras gerações que encontraram estas palavras escritas deste modo, passaram a ler e pronunciar conforme estava escrito, sem se preocupar muito com os erros de seus antepassados, ou o que possa ter originado estas corrupções.

Continuemos então com as preposições...

Vimos anteriormente a forma que a preposição toma quando precede uma palavra cuja consoante inicial tem um shevau simples. Agora vamos ver que forma a preposição toma quando precede uma palavra cuja consoante inicial tem um shevau composto.

Quando a preposição precede uma palavra cuja consoante inicial tem um shevau composto, ela recebe a mesma vogal do shevau composto, que pode ser qamets, patar ou segol. Veja os exemplos na tabela abaixo:

EM, POR, COM




EM UM NAVIO



EM UM SONHO



EM VERDADE OU
COM VERDADE
COMO, CONFORME




COMO UMA DOENÇA



COMO UM LEÃO



COMO UM SER HUMANO
A, PARA




PARA UM NAVIO



PARA UM DESERTO



PARA UM HOMEM

 

Quando a preposição precede uma palavra cuja primeira sílaba seja a sílaba tônica, então ela recebe a vogal QAMETS GADOL, do mesmo modo como aprendemos na conjunção "e" ou "VAV conjuntivo".




MÃE


PARA UMA MÃE

 

Quando uma palavra já contém um artigo associado a ela, e agora vai receber uma preposição inseparável, a vogal do artigo permanece, mas a consoante do artigo desaparece, dando lugar à consoante da preposição. Veja o exemplo abaixo:



O DIA


NO DIA (EM O DIA)

 

Além das três preposições já vistas, o hebraico possui mais uma, que pode aparecer separada da palavra que antecede. Esta preposição é MIN.

 

Quando esta preposição está ligada à palavra que se segue, ela aparece sem o NUN, mas com o "daguesh" (ponto) forte na primeira consoante da palavra, do mesmo modo que a primeira forma do artigo.


 

Veja os seguintes exemplos abaixo, onde a preposição "de" aparece ligada à palavra seguinte, se apresentando com a vogal HIREQ QATON e o DAGUESH forte na primeira consoante da palavra:

DE UM LUGAR             DE ÁGUAS

 

Quando esta preposição aparece diante de uma consoante gutural, lembrando sempre que o RÊSH é uma consoante gutural também, então o HIREQ QATON (vogal "i" breve) é substituído pelo TSERÊ (vogal "e" longa), e toma a forma abaixo:

 

Veja, então, abaixo, exemplos de como ficaria o uso desta preposição quando precedendo palavras começadas por consoantes guturais:

DE UM HOMEM             DE UMA ÁRVORE

 

Para encerrar esta parte, a preposição MIN (de), quando precede palavras que já possuem o artigo, não substituirá a consoante do artigo, mas estarão ligadas à palavra com artigo por meio do sinal MAQQEF, conforme os exemplos abaixo:

DA VOZ             DA CIDADE


Estaremos em breve disponibilizando mais um módulo de hebraico para sua edificação e conhecimento escritural. Vale a pena voltar a estas páginas e conhecer um pouco mais desta língua tão importante em relação às origens de nossa fé.


HOME