Make your own free website on Tripod.com
     


" Crônica Babilônica "

Nesta tabua de barro babilônica esta escrito crônicas e eventos de 605-594 A. C. Foi traduzida em 1956 e está agora no Museu britânico. O texto cuneiforme conta, entre outras coisas, 3 eventos principais:

1. A Batalha de Carquemis (batalha famosa para supremacia mundial onde Nabucodonosor de Babilônia derrotou Faraó Neco do Egito, 605 AC.),

2. A ascensão ao trono de Nabucodonosor II, o Caldeu, e

3. A captura de Jerusalém em 16º de março, 598 A.C.

No registro da tábua de barro, lê-se sobre a captura de Jerusalém:

" No sétimo mês (de Nabucodonosor -599 AC.) pelo mês Chislev (Nov/Dez) o rei de Babilônia ajuntou seu exército, e depois de invadir a terra de Hatti (Síria/Palestina) ele segue para a cidade de Judá.

No segundo dia do mês de Adara (16º de março) ele conquistou a cidade e levou o rei (Joaquim) prisioneiro.

Ele instalou de própria escolha no lugar o rei (Zedequias), e depois de ter recebido rico tributo, ele os enviou (cativos) para a Babilônia ".


Comparemos o registro da invasão babilônica no Segundo Livro de Reis:

7 O rei do Egito nunca mais saiu da sua terra, porque o rei de Babilônia tinha tomado tudo quanto era do rei do Egito desde o rio do Egito até o rio Eufrates.

8 Tinha Joaquim dezoito anos quando começou a reinar e reinou três meses em Jerusalém. O nome de sua mãe era Neústa, filha de Elnatã, de Jerusalém.

9 Ele fez o que era mau aos olhos do Senhor, conforme tudo o que seu pai tinha feito.

10 Naquele tempo os servos de Nabucodonosor, rei de Babilônia, subiram contra Jerusalém, e a cidade foi sitiada.

11 E Nabucodonosor, rei de Babilônia, chegou diante da cidade quando já os seus servos a estavam sitiando.

12 Então saiu Joaquim, rei de Judá, ao rei da Babilônia, ele, e sua mãe, e seus servos, e seus príncipes, e seus oficiais; e, no ano oitavo do seu reinado, o rei de Babilônia o levou preso.

13 E tirou dali todos os tesouros da casa do Senhor, e os tesouros da casa do rei; e despedaçou todos os vasos de ouro que Salomão, rei de Israel, fizera no templo do Senhor, como o Senhor havia dito.

14 E transportou toda a Jerusalém, como também todos os príncipes e todos os homens valentes, deu mil cativos, e todos os artífices e ferreiros; ninguém ficou senão o povo pobre da terra.

15 Assim transportou Joaquim para Babilônia; como também a mãe do rei, as mulheres do rei, os seus oficiais, e os poderosos da terra, ele os levou cativos de Jerusalém para Babilônia.

16 Todos os homens valentes, em número de sete mil, e artífices e ferreiros em número de mil, todos eles robustos e destros na guerra, a estes o rei de Babilônia levou cativos para Babilônia.

17 E o rei de Babilônia constituiu rei em lugar de Joaquim a Matanias, seu tio paterno, e lhe mudou o nome em Zedequias. (II Reis 24:7-17)


HOME